Clique e conheça o blog do autor

Clique e conheça o blog do autor
Clique e conheça o blog do autor

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Zécarlos Machado se despede do faraó Seti I em Os Dez Mandamentos: “Estou sofrendo”




Responsável pelas maldades das primeiras fases de Os Dez Mandamentos (Record) como o faraó Seti I, o ator Zécarlos Machado já fala em tom de despedida sobre a primeira novela bíblica da TV brasileira, escrita pela autora Vivian de Oliveira e com direção geral de Alexandre Avancini.
“Tenho apenas uma cena para gravar e já estou com saudades”, disse o ator, em entrevista ao R7. A cena em questão está marcada para o início da próxima semana, quando o já morto Seti aparecerá em um dos delírios de Moisés (Guilherme Winter), que desmaiará no deserto durante a fuga do Egito.
Conhecido como um homem cruel, Seti I trata os escravos israelitas com desprezo e é um grande líder do povo egípcio. A figura militar e rígida do faraó, porém, cai por terra em raros momentos de misericórdia, como ao aceitar que a princesa Henutmire (Mel Lisboa/Vera Zimmermann) adote Moisés.

E foi pensando nessa dualidade que o ator construiu a imagem de Seti I.
— Acima das questões pessoais, está o povo egípcio, ele é responsável por manter o bem-estar do seu povo. Mas não o vejo como um homem cruel. Claro, ele tem atitudes crudelíssimas, mas tudo que ele faz é pensando em proteger o povo egípcio. Durante a construção dele, tentei não desumanizá-lo, porque ele também luta pelo Ramsés (Sérgio Marone), faz de tudo para o filho dele. E eu também faço de tudo pelos meus filhos, então, tem algumas semelhanças comigo também.
As maldades de Seti I, porém, têm feito sucesso com o público, que dá uma resposta imediata nas ruas. Seja em uma ida ao mercado ou ao banco, o ator é reconhecido, mesmo sem toda a caracterização de Seti I. E, surpreendentemente, não causa repulsa nos telespectadores.
— As reações têm sido muito simpáticas. Por onde eu passo, as pessoas: "Olha aí o faraó, que legal que você está aqui". É até engraçado porque eu pergunto: "Você não tem medo de mim? Todo mundo tem medo de mim". [risos]. É maravilhoso, o público está encantado. A novela tem humor, paixão, disputa de poder, todas as características de um folhetim. E, além disso, Os Dez Mandamentosabarca temas fundamentais. E eu costumo dizer, brincando, que nunca o nosso País precisou tanto de um Moisés: um homem íntegro que luta pela libertação do seu povo de uma forma amorosa e justa.
Em tom de despedida, Zécarlos falou com carinho sobre os momentos de descontração com o elenco nos bastidores.
— Foi uma delícia, uma grande brincadeira misturada com afeto, trabalho, conversas sobre a vida e o cotidiano. Foi uma troca muito rica, de muito humor e com uma energia muito boa. Vou levar muitas memórias desse trabalho. Foi um encanto, uma miscelânea de experiências, poder trocar e aprender com essas pessoas.

Além do convívio com os atores, Zécarlos sentirá falta de outro aspecto da rotina como Seti I: a careca.
— Eu continuaria careca se pudesse. [risos]. Eu nunca podia ficar careca por causa do trabalho e era um desejo meu de uns dez anos. É libertador, recomendo para todo mundo. 
Brincadeiras à parte, o ator se prepara para dizer adeus ao personagem.
— Ainda estou em luto e tentando desaguar, me livrar das características do Seti I. Já estou sofrendo. Da minha parte, só posso agradecer. A equipe inteira foi maravilhosa. Do motorista aos diretores, foi muito maravilhoso e é difícil se despedir. Foi uma jornada de muito afeto e trabalho, mas a despedida faz parte da vida do ator.
A partir da semana que vem, Zécarlos Machado continuará apenas como telespectador de Os Dez Mandamentos. Ele, que assiste a todos os capítulos desde o início, está ansioso para ver os rumos da novela.
— Quero muito ver como tudo terminará, principalmente para ver os efeitos especiais quando as Dez Pragas aparecerem. A cena do Mar Vermelho também é uma das mais aguardadas, estou com uma grande expectativa. Já estou ansioso para que dê 20h30.
FONTE: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário