Clique e conheça o blog do autor

Clique e conheça o blog do autor
Clique e conheça o blog do autor

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Próxima novela de Aguinaldo Silva vai se passar em Minas Gerais


Com mais um prêmio na prateleira, dessa vez um Emmy por Império, Aguinaldo Silva já trabalha no seu retorno à televisão, novamente no horário das nove. Aliás, Aguinaldo se orgulha de ser o único autor da Globo que só escreveu novelas para o horário nobre, fora séries e minisséries. E é nas séries que ele enxerga a possibilidade de renovação. “O mercado de séries é muito amplo. Não é nem o futuro mais. É o mercado do presente. Novela é um produto datado. Não é que esteja se desvalorizando, mas a novela já atingiu um ponto que, a partir de agora, se torna repetitiva. É difícil fazer algo original. Seriados são mais elaborados, mais curtos”, disse Aguinaldo, que defende o conservadorismo no gênero que mais mobiliza a atenção dos brasileiros há décadas.
Aguinaldo, como é de praxe, não revela muito sobre a novela que prepara a partir de um primeiro capítulodesenvolvido na mais recente Master Class que liderou, em novembro. “Tem o título provisório, mas não posso dizer o nome. Se passa na cidade do interior do Sul de Minas. É uma história que foi produzida em equipe, assim como Fina Estampa (2011/2012). E essa é a história em que estou trabalhando”, disse o autor ao jornal Diário de Pernambuco. Agora, a sua Casa de Artes está sendo usada para o desenvolvimento de séries. “Se interessar para a Globo, posso assinar com meus roteiristas. Caso ela venda para outro canal, meu nome não pode constar porque tenho contrato de exclusividade com a emissora”, esclareceu Aguinaldo, que não descartou o oferecimento de projetos para a Netflix.
Apesar de defender uma visão menos revolucionárias para as novelas, Aguinaldo ressalta que a linguagem dos seriados é de grande valia às suas obras: “Eles influenciam na utilização de ganchos, na forma mais elaborada de contar história sem deixar de ser popular. Eu aprendi muito com eles. Aprendi a fazer, do ponto de vista de linguagem, uma novela mais moderna, menos esquemática. Em Império, por exemplo, o protagonista morre. E isso é um tabu. Eu aprendi com os seriados que podia fazer isso”.
Sobre Doctor Pri, seriado que foi engavetado em 2014, Aguinaldo revelou que não pretende realizá-lo para exibição na Globo. “É um projeto que só me interessaria fazer na TV a cabo. E a TV a cabo para mim só pode ser Viva, GNT ou canais da Globo. Minha ideia é conseguir autorização. Porque acho que a Globo está com bastante seriado com o que se preocupar. Como não foi produzida na época, teria que atropelar vários outros para de novo entrar na linha de produção”, disse o autor.
Fonte: Planeta tv

Nenhum comentário:

Postar um comentário